domingo, 20 de novembro de 2016

Seminário Nacional JRA - Santa Maria da Feira, 17 e 18/11

 Foram 3 alunas, Ana Daniela, Bruna Silva e Catarina Araújo,  acompanhadas da professora Fátima Gaspar, que se deslocaram a Vila da Feira para as atividades do seminário e também para receberem o prémio do concurso dos JRA internacional. 

No ano letivo de transato, fomos contemplados com o 1º prémio do concurso Nacional JRA, com o video "Água com Energia" elaborado por três alunas do 5º A, Ana Daniela Silva, Bruna Silva  e  Inês Rodrigues  com o apoio das professoras Fátima Gaspar, Fátima Sá e do professor Vitor Martins.
Acontece que esse mesmo video foi apresentado  no Concurso internacional Jovens Repórteres para o Ambiente (YRE International Competition) de 2016 e fomos novamente contemplados com o 1º prémio na modalidade de video-reportagem, faixa etária dos 11-14 anos, prémio esse que as alunas foram receber neste seminário de Vila da Feira.
Mais uma vez o agrupamento está de parabéns.

Video

11-14 years old

1st Place
Title: Energy in water
Author: Ana Daniela Silva, Bruna Silva, Inês Rodrigues (Portugal)
"A great story and well-told. Reporters managed to view the issue objectively, particularly by pointing out what improvements are still lacking, while addressing the environmental benefit of this means of transportation."

Texto que acompanhou o video:
"O elevador liga a parte alta da cidade ao Santuário, subindo um desnível de mais de cem metros de altura e segue um percurso paralelo ao dos Escadórios do Bom Jesus. Funciona sobre uma rampa, sendo constituído por duas cabines independentes, ligadas entre si, por um sistema funicular com contrapeso de água. Cada cabine tem um depósito, que é cheio de água quando no nível superior e esvaziado quando no inferior. A diferença de pesos assim obtida permite a deslocação. Foi construído para transportar 38 pessoas e não emite CO2 para a atmosfera.
De facto, este processo de transporte é ambientalmente correto, promotor de criação de empregos, preservação ambiental e claro energeticamente viável, não fosse este elevador existir há 133 anos! Dever-se-ia olhar para este facto, pois, conjuntamente com soluções solares ou eólicas, poder-se-ía por a água a fazer com que se pudessem transportar objetos. Imaginem elevadores baseados neste processo, num prédio, em que com a ajuda de sistemas solares e eólicos, se fossem enchendo depósitos de água, que por seu turno permitiriam que as pessoas andassem para cima e para baixo, sem que houvesse qualquer custo em produção de CO2. Se olharmos para a história, poderemos ver algumas saídas para a nossa sociedade. Neste preciso caso, é uma solução barata e amiga da sustentabilidade."

Sem comentários:

Enviar um comentário