quinta-feira, 26 de julho de 2018

Encontro Nacional sobre «Flexibilidade curricular e Eco- Escolas»

“Enough, for all, forever” 


     Na nublada manhã do dia 24 do quente e instável mês de julho de 2018, duas Docentes da EB2.3 de Gualtar, em representação do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante, rumaram à capital, para participar no Encontro «Flexibilidade curricular e Eco- Escolas», uma reunião para esclarecimentos e partilha de ideias, a nível nacional.
     Após uma breve alocução do Sr. Secretário de Estado João Costa, subordinada ao tema «Cidadania ambiental: uma visão estratégica», seguida de outras (Eulália Alexandre, Subdiretora-Geral da Direção Geral de Educação, Francisco Teixeira, Diretor do departamento de Comunicação e Cidadania Ambiental, da Agência Portuguesa do Ambiente, Margarida Gomes, coordenadora nacional do Programa Eco -Escolas/ABAE) e dum sucinto enquadramento legal, foram salientados o novo perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória, o processo ativo dos alunos na investigação /diagnóstico de problemas locais ou mesmo da própria Escola, a intervenção como cidadão consciente, prezando sobretudo a vertente ambiental, o papel alavancador dos filhos como agentes educativos (mesmo dos próprios progenitores).
    Realçou-se o papel das parcerias como método mais enriquecedor e motivador para a descoberta de soluções, em prol da sociedade civil.
   Após uma breve pausa, retomaram-se os trabalhos com a apresentação de duas Eco- escolas e respetivos projetos.
    No ano letivo 2018 /2019, tendo como pano de fundo ainda a vertente «Floresta», (iniciada no ano anterior) a temática «Mar» foi eleita como fulcral para o projeto Eco- Escolas.
    Finalmente, a prática de ações tendentes a contribuir para a sustentabilidade do planeta azul será a maior preocupação de todos para um mundo melhor.
  «Enough, for all, forever»: um bom lema para o Projeto Eco- Escolas (um planeta com recursos suficientes, para todos, sustentável e duradouro). 

                                                                            As Professoras: Maria de Fátima Rebelo de Sá                                                                                                                          e
                                                                                  Maria de Fátima Pimentel Torres Gaspar

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Campanha de recolha de tampinhas, rolhas e pilhas na Escola Básica de Gualtar

 



Os alunos da Escola Básica de Gualtar aderiram, de forma satisfatória, à campanha de recolha de resíduos na escola.  De salientar, que as turmas A e B do 5.º ano comprometeram-se em colocar semanalmente tampinhas, rolhas e pilhas nos locais destinados para o efeito e cumpriram!

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Mural "STOP aos plásticos nos oceanos"

No âmbito do estudo do impacte do crescimento populacional sobre o planeta Terra, os alunos do 7ºB e 7ºC da Escola Básica de Gualtar foram confrontados com a problemática dos plásticos que contaminam e perturbam o meio ambiente, em particular, os oceanos e os animais que aí vivem ou que aí procuram o seu alimento.
A partir da notícia de 8 de junho de 2018, que dava conta da morte de uma baleia na Tailândia por ingestão de 8 quilos de sacos de plástico, os alunos envolveram-se na criação de um mural conjunto intitulado "STOP aos plásticos nos oceanos". O trabalho recorreu à técnica de colagem de resíduos, de origem plástica, com os quais se preencheu o interior de uma baleia, mergulhada num oceano de plástico.

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Eco-códigos 2017/2018

O Eco-Código da escola é um conjunto de regras a cumprir por todos os que frequentam diariamente o estabelecimento, com vista à redução da pegada ecológica e otimização ambiental. O Eco-Código corresponde ao sétimo passo obrigatório da implementação do Programa Eco-Escolas, por isso, todas as Eco-Escolas têm o seu Eco-Código.

Na Escola Básica de Gualtar os alunos dos diferentes níveis de ensino elaboraram frases que foram selecionadas na segunda reunião do Conselho Eco-Escolas, tendo em conta os temas eco-escolas, escolhidos para este ano. Seguem-se as referidas frases que constituem o nosso Eco-código: 

- Resíduos separar, para o planeta salvar!
- A reciclagem vou fazer, para num mundo mundo verde viver.
- Para a floresta permanecer, a utilização de energias renováveis deves defender
- Para floresta conservar na limpeza há que participar.
- Para poupar energia, há que usar a luz do dia.
- Se o ar limpo queres respirar, energia limpa deves usar.
- Torneira fechada, água poupada!
- Para o planeta salvar, água temos que poupar!
- Se saudável queres ser, alimentação equilibrada deves ter.
- Para a floresta manter, menos hambúrgueres deves comer.



segunda-feira, 28 de maio de 2018

Visita de estudo integrada no Projeto «AQUA Cávado: o rio que nos une», IV edição 2018, o ciclo «Dias a viver a água», da responsabilidade da CMB e do projeto «Eco-Escolas»

     No passado dia sete de maio de 2018, a convite do Pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Braga, integrada no projeto Eco - Escolas, a turma E do 6.º ano da Escola Básica de Gualtar e a turma do 5.º ano da Escola Básica de Celeirós participaram numa visita de estudo ao Mosteiro de Tibães e ao estuário do rio Cávado.
     Esta atividade foi dinamizada foi aprovada em sede de Conselho Pedagógico e incluída no PCT da turma. 
 


domingo, 6 de maio de 2018

Global Action Day

O Global Action Day constitui uma excelente oportunidade para mostrar ao mundo as diversas ações que realizamos diariamente em prol do ambiente.
Para além da ação, o objetivo desta atividade é inspirar e motivar a comunidade educativa neste trabalho sempre inacabado de agir pela sustentabilidade.

Neste contexto, no dia 27 de abril. o Projeto Eco-Escolas da Escola Básica de Gualtar dinamizou uma série de atividades, a destacar:

- Árvore dos Compromissos;

- A Rota pela Floresta;

- Construção de um Mural - "Eco compromissos, o que vou fazer pelo planeta Terra";

- Trabalhos de manutenção da horta escolar e colocação de um compostor cedido pela Câmara Municipal de Braga;

- Monitorização dos papelões de todas as salas de aula e restantes espaços da escola;

- Afixação de sinalética de poupança de energia.

Dada a diversidade de atividades desenvolvidas, contamos com a colaboração de alunos de diferentes anos de escolaridade, alunos da unidade de autismo, professores e assistentes operacionais.
 







 






sexta-feira, 30 de março de 2018

Comemoração do dia Mundial da Árvore no Planetário- Casa da Ciência de Braga!

A Escola Básica de Gualtar plantou uma árvore no jardim do Planetário, Casa de Ciência de Braga, pelo facto de ter sido uma das escolas vencedoras do desafio lançado pela Câmara Municipal de Braga. Esse desafio constava em escrever uma frase sobre o papel da árvores no ambiente e na qualidade de vida dos cidadão. A frase foi redigida foi:



"Árvores, sinónimo de Vida! Para o oxigénio não trminar, as árvores não devemos queimar! De todas elas vamos Cuidar."
Turma E do 6.º ano